No dia 24 de fevereiro, devido as medidas restritivas, saiu um novo decreto no Município de Três Rios, onde no mesmo decretava o fechamento das academias, studios e similares.

Constava que apenas ficariam autorizadas a funcionar os serviços reconhecidos como essenciais. Nestes serviços essenciais não estava incluída a prática do exercício físico e da atividade física.

Lembrando que no Município de Três Rios, foi aprovada a lei onde o exercício físico é considerado essencial na data de 15 de agosto de 2020 (lei nº 4.708/2020), sendo assim, a prática do exercício físico e da atividade física são consideradas por lei essenciais no Município.

Uma grande comoção houve devido a este acontecimento, que resultou em uma união entre a comissão CREF1 de Três Rios e os profissionais/gestores da cidade.

No dia 25 de fevereiro, a comissão de profissionais voluntários junto aos profissionais do município, se reuniram em um ato em frente a Câmara Municipal para solicitar a mudança no decreto, contando com a participação do Vereador Anderson, também Profissional de Educação Física, em apoio ao movimento.

A situação foi revertida, ficando os estabelecimentos prestadores de atividade física autorizados a funcionar seguindo todos os protocolos de segurança.

No dia 03 de março, a Presidente da comissão Cref1 foi convidada a participar da reunião de enfrentamento ao Covid-19. Reunião para ser tratada sobre a elaboração do novo decreto Municipal, onde foi apresentada a nota técnica do Conselho Regional de Educação Física, seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde) e adaptada as particularidades no Município.

Outras Reuniões foram acontecendo para maior entendimento e esclarecimento da situação a fim de passar as orientações aos profissionais e gestores do Município. Essas reuniões contaram com a participação dos membros da comissão  com órgãos Municipais, incluindo a vigilância sanitária, os quais foram muito receptivos e atenciosos para resolver toda situação. E novo decreto Municipal saiu no dia 06 de março.