Notícias

Comunicados

Exercício físico é importante para prevenir a osteoporose

23/10/2018

O exercício físico pode combater a osteoporose, uma doença definida pela perda acelerada de massa óssea, principalmente do cálcio, que acaba fragilizando o tecido, expondo o osso a fraturas e outras complicações derivadas que podem ser agravadas. Também conhecida como a “doença dos ossos”, estima-se que aproximadamente 15 milhões de pessoas tenham osteoporose no Brasil, dos quais 50% das mulheres e 20% dos homens com idade igual ou superior a 50 anos (dados Ministério da Saúde).

Nos últimos anos, a evolução desta doença, que se propaga principalmente em mulheres de meia idade, tem evoluído em índices alarmantes. Para conscientizar a população sobre a doença, a Abrasso (Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo) promoveu a ação “Firme e Forte Contra a Osteoporose”, nos dias 19 e 20 deste mês, com uma série de atividades para celebrar o Dia Mundial de Prevenção e Combate à Osteoporose.

A ação contou com a presença da profissional de Educação Física especialista em Gerontologia Girlene Pessoa, que levou o Dinamômetro e o de Teste de Sentar-Levantar (TSL). Na primeira medição, foi possível examinar a pressão manual, que tem grande relação com a força global do corpo e a sarcopenia. Já com a segunda ferramenta, verificou-se a flexibilidade, força e o equilíbrio do idoso, que tem grande correlação com a morbidade e mortalidade.

Além disso, a profissional orientou os idosos sobre a importância do exercício físico orientado, principalmente a musculação, para a saúde dos ossos. “O exercício físico tem um efeito positivo na remodelação óssea, além de desenvolver força e potência muscular, fatores importantes para identificar o processo de perda óssea e envelhecimento”.

De acordo com prof. Girlene, é fundamental destacar que a prevenção da osteoporose começa na infância e na adolescência, quando é possível formar um bom banco de ossos e em consequência diminuir o risco de fratura no futuro. “É preciso estimular bons hábitos de vida logo cedo, no começo da da vida da criança, com a prática de esporte e uma boa alimentação rica em em cálcio”, explicou.

As principais manifestações clínicas da osteoporose são as fraturas sendo as mais frequentes na fratura de vértebra ,de fêmur e de antebraço, podendo gerar posteriormente dor crônica, depressão, deformidade óssea, perda da independência. Pode ser a causa de uma maior mortalidade. Os principais riscos relacionado ao desenvolvimento da osteoporose são pele branca; histórico familiar de osteoporose; vida sedentária; baixa ingestão de Cálcio e /ou vitamina D; fumo ou bebida em excesso; hormônio tireoideano, medicamentos como glicocorticoides ( uso por mais de 3 meses ) , heparina; doenças de base, como artrite reumatoide, diabetes e leucemia; índice de massa corporal menor ou igual a 19.

Outras notícias:

Fiscalização

Fiscais flagram 3 exercícios ilegais em uma academia no município de Belford Roxo

Comunicados

Fiscais flagram exercício ilegal em aula de ginástica localizada no município de Petrópolis

Informes

Profissionais do corpo Docente do CREF1 participam no CONNECTION 2024

Fiscalização

Fiscais flagram falso Personal Trainer em São Gonçalo

Fiscalização

Fiscais flagram exercício ilegal em academia de Itaguaí

Comunicados

Fizemos história: mais de 2mil mulheres participaram da Caminhada Onda Rosa