Notícias

Comunicados

Espírito Santo apresenta aumento de 61% no número exercício ilegal

22/07/2019

O Departamento de Fiscalização do CREF1 flagrou 79 falsos profissionais a frente de atividades físicas no primeiro semestre de 2019 em todo o estado do Espírito Santo. Em comparação com o mesmo período do ano passado, houve um aumento de 61% nos casos de exercício ilegal, dos quais 59 flagrados eram estudantes, 11 graduados sem registro e nove não possuíam nenhuma formação ou conhecimento da área.

Das atividades encontradas, mais da metade dos flagrantes ocorreram na Musculação (41), seguido por Circuito (07). Já nos menos recorrentes, estão o Pilates, Ginástica Rítmica e Ballet Fitness, com uma ocorrência cada.

Do total de casos de exercício ilegais, 48 foram detectados no decorrer de seis operações de fiscalização, sendo a maior delas a executada no município Serra. A Operação Mestre Álvaro foi dividida em três etapa e foi concluída com a notificação de 23 falsos profissionais. No ranking de cidades com maior número de exercício ilegal, Serra ficou em primeiro com 27 ocorrências, seguido por Vitória com 15 casos e Linhares com 10. 

Terceira cidade do ranking, Linhares recebeu a segunda maior operação do Conselho, solicitada pelo Ministério Público, o que a colocou em segundo lugar na lista de flagrantes de exercício ilegal durantes as operações. As cidades de Ibatiba e Dores do Rio Preto também receberam fiscalizações demandadas pelo MP, que foi encerrada com o encaminhamento de dois exercícios ilegais.

Ao longo do primeiro semestre deste ano, o CREF1 também executou a Operação Cidade Saúde, em Guarapari, que resultou no flagrante de cinco falsos profissionais, e a Operação Polo Caparaó, em Presidente Kennedy, Atílio Vivacqua, Vargem Alta e Bom Jesus do Norte, na qual constatou quatro exercícios ilegais. Mesmo quantitativo encontrado durante a Operação Cachoeiro de Itapemirim/Alegre.

Nesse período, os fiscais também detectaram mais de 130 irregularidades nos estabelecimentos do ES. Entre eles, 52 não possuíam registro de Pessoa Jurídica, 65 não possuíam Responsável Técnico nomeado junto ao CREF1; 15 profissionais atuavam fora de sua área de habilitação; e 26 salas estavam desprovidas de profissionais.

Todos os casos de exercício ilegal foram encaminhados ao Ministério Público do ES e os estabelecimentos irregularidades estão com processos em andamento no Departamento Jurídico do Conselho.

Ao todo, de janeiro a junho, o CREF1 percorreu os municípios de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Guarapari Viana, Fundão, Presidente Kennedy, Vargem Alta, Mimoso do Sul, Atílio Vivacqua, Bom Jesus do Norte, Linhares, Ibatiba, Dores do Rio Preto, Iconha, Cachoeiro de Itapemirim e Alegre.

Outras notícias:

Comunicados

Fiscais flagram exercício ilegal em aula de ginástica localizada no município de Petrópolis

Informes

Profissionais do corpo Docente do CREF1 participam no CONNECTION 2024

Fiscalização

Fiscais flagram falso Personal Trainer em São Gonçalo

Fiscalização

Fiscais flagram exercício ilegal em academia de Itaguaí

Comunicados

Fizemos história: mais de 2mil mulheres participaram da Caminhada Onda Rosa

Comunicados

Fiscais flagram exercício ilegal em Cross Training de Cambuci