Notícias

Comunicados

Professor Pável: A trajetória de um homem refletida na água

21/08/2019

O amor é capaz de atravessar o tempo, um combustível indispensável para continuar uma jornada, sentimento esse que norteia o trabalho do profissional de Educação Física Roberto de Carvalho, ou simplesmente Pável, ao longo dos 40 anos com Natação. Mineiro natural de Prata, ele veio para o Rio de Janeiro em 1953, inicialmente para fazer Arquitetura, mas conheceu a Educação Física e se apaixonou pela profissão. Ele, inclusive, foi o introdutor do nado Golfinho no mesmo ano.

Pável acompanhou a ascensão da Educação Física como quem acompanha o nascimento e crescimento de uma pessoa. Entre as décadas de 70 a 80, os amigos da faculdade e ele fizeram um abaixo-assinado para pleitear a regulamentação da profissão. “Surgiram as academias e teve um boom na década de 80. O CREF foi fundamental para regulamentar e fiscalizar o exercício da profissão”, ressalta.

Formado em Educação Física desde 1958 pela Universidade do Brasil (atual UFRJ), o professor examina o cenário do ensino superior brasileiro. Além da graduação, em sua extensa bagagem constam duas pós-graduações, uma em Metodologia do Ensino Superior, na PUC-Rio (1975), e outra em Treinamento de Alto Nível, em Moscou (1991), mas prof. Roberto foi além. Com a ajuda do doutor Cláudio Gil, fisiologista e especialista em Medicina do Esporte, criou dois métodos, o “Speed-teste” e o “Flexiteste”. O último permite a medida da flexibilidade de 20 movimentos articulares, em uma escala crescente de números inteiros entre 0 e 4, e a obtenção de um resultado global denominado de Flexíndice.

Casado há 25 anos, Pável mora com a esposa e seu cachorro em um apartamento na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Sua rotina se divide entre dar aulas, ministrar palestras e fazer hidroginástica. Segundo ele, para manter a mente e o corpo sãos é importante gostar do que faz. “Eu ministro 10 horas de aula no sábado e mais 10 horas de aula no domingo de pós-graduação e saio satisfeito pois para mim não é um trabalho”.

Com a rotina de trabalho intensa, Roberto desenvolveu Geno varo e Artrose, por conta das quais precisou colocar próteses em ambos os joelhos, e não dispensa cuidados com a saúde. “Eu vou começar a fazer natação, porque ganhei um pouco de peso. Minha alimentação é saudável. Tomo remédio para ajudar a controlar a pressão arterial. Mas quando eu faço exercícios com frequência, minha pressão diminui”, afirma.

Pável não tem problemas com a sua idade. Ele entende o processo da vida e incorpora um dos elementos da natureza, a água, para promover a saúde e o bem estar. Sua meta é envelhecer com qualidade, preservando o respeito e a amizade. “Eu procuro não ter conflitos. Meu maior objetivo é morrer e saber que eu deixei um legado.  A vida é maravilhosa quando se pensa sempre em fazer o bem. Eu quero morrer sem deixar inimigos”, completa.

Outras notícias:

Fiscalização

Exercício ilegal em academia de Itaperuna

Comunicados

Nota de falecimento

Fiscalização

Fiscais flagram exercício ilegal em academia de Jacarepaguá

Comunicados

O exercício físico promove a saúde e a prevenção de doenças?

Comunicados

Fiscais flagram exercício ilegal de treinamento funcional no município de Miracema

Comunicado

COMUNICADO